Galeria VIP Só Babados

Lupercio Abatti

Galeria VIP Só Fotos

Lupercio Abatti

Financeiro

Cristiano Brasil

Em foco

Tânia Duarte

Cotidiano

Everaldo Passos(Belada)

Espaço VIP

Vivi Felisbino Ramos

Colunista

Cristiano Brasil
Financeiro
Cristiano Brasil
Financeiro

 

A Culpa é dos “Outros”

 

            Estou gordo, a culpa é da minha esposa que só prepara alimentos gordurosos!

            Estou cheio de dívidas, a culpa é do governo corrupto, dos bancos, do capitalismo!

            Estou com problema de relacionamento e acho que vou me separar, a culpa é da minha esposa que só reclama e nunca me entende!

            Quando você faz esse tipo de reclamação, colocando a culpa no outro, se sentindo vítima da situação, das circunstâncias, você está dizendo ao seu cérebro que a culpa e dos “outros”. E se a culpa é dos “outros”, então são os “outros” que devem mudar e não você!

            Infelizmente a grande massa brasileira não pratica a Autorresponsabilidade e sempre acha um culpado para seus problemas.

            Enquanto acha que existe um culpado, se exime de fazer uma reflexão e buscar mudar a sí mesmo. Porque mudar a sí mesmo se a culpa é do outro? Não é mesmo?  E assim caminha a humanidade. 

            Mas quando nos damos conta disso, quando tomamos a consciência de que somos Autorresponsáveis por nossos resultados, que o dinheiro que tenho no bolso é um somatório de minhas decisões boas ou ruins do passado.

            Que minha vida conjugal é resultado de minha decisões e comportamentos que venho tendo...  Em outras palavras, não devemos achar um culpado dos resultados ruins em nossa vida, mas sim, buscar, refletir sobre como estamos falando, pensando, sentindo e nos comportando, com relação a aquele determinado assunto. 

            Pois a soma disso vai trazer um resultado e esse resultado pode ser bom ou ruim.  Minha vó dizia: Quem planta, colhe.   E isso não é autoajuda ou esoterismo.  Isso é científico e é o que tenho estudado nos últimos tempos, sobre neurociência, inteligência emocional, etc.

            Se um cidadão coloca a culpa no governo, nos bancos, no ensino que não teve, na esposa que gasta demais, nos filhos que só dão despesas... Esse indivíduo está querendo jogar a culpa (a responsabilidade) de seus resultados ruins financeiros nos outros ao seu redor... 

            Se analisarmos esse caso de perto, com certeza, veremos que esse indivíduo nunca se esforçou para ler um livro na sua área de atuação. Que nunca tentou se informar como administrar melhor seu dinheiro, que sempre usou e abusou de crédito rotativo e do limite da conta, que sempre esbanjou dinheiro querendo mostrar posses, bens materiais, além de seu padrão de vida, que buscava dinheiro fácil em jogos e atalhos financeiros...  Plantou tudo isso...  e põe a culpa, na hora da colheita, nos "outros"...

            Mas quem é os “outros”?  Enquanto culparem o sistema e não se autoanalisarem e perceberem a autorresponsabilidade, veremos essa inundação de lamúrias e vitimização por parte de muitos a nossa volta.

            Mas qual a ótima notícia que tenho para você?

            Acabei de falar que todo o resultado que você obteve até o momento, foi você mesmo quem “plantou”, a ótima notícia que estou querendo lhe dar é que: Sim!!! Você pode mudar seus resultados! Você pode ter mais dinheiro! Você pode ter mais tempo para a família!  Você pode ser um profissional com mais sucesso! Você pode ser um filho e um pai mais exemplar! Você pode ser um marido ou esposa exemplar!

            Pois ao mudar sua forma de falar, de pensar, de sentir e mudar seus comportamentos hoje vai gerar grandes resultados no seu futuro. E isso não é para daqui a 10 anos! A mudança é muito rápida, quando você age, com foco, com disciplina, saindo da zona de conforto e indo em busca de mudar seus comportamentos, a mudança ACONTECE!

            Experimente, você vai se surpreender, pare de culpar os “outros”.

 

Tenha uma extraordinária semana!

 

Cristiano Brasil

* Os textos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva de seus autores!
Revista Online
Jornal Online