Galeria VIP Só Babados

Lupercio Abatti

Galeria VIP Só Fotos

Lupercio Abatti

***Almas Gêmeas***

Almas Gêmeas

Financeiro

Cristiano Brasil

Em foco

Tânia Duarte

Cotidiano

Everaldo Passos(Belada)

Pela Fé

Advilton de Medeiros

Espaço VIP

Vivi Felisbino Ramos

Colunista

Almas Gêmeas
***Almas Gêmeas***
Almas Gêmeas
***Almas Gêmeas***

 

 

 

Ter um animal de estimação traz alegria, qualidade de vida e saúde

 



Um casamento pode se desfazer em pouco tempo. Já a relação entre um humano e seu bicho de estimação, quase sempre, cumpre o "até que a morte os separe".  É assim há pelo menos 10 mil anos, desde que o homem domesticou cão e gato.  Aos poucos, tornaram-se companheiros inseparáveis e essa relação foi evoluindo ao longo do tempo.


Filmes como "Marley e Eu" e "Para sempre ao seu lado", que mostram o relacionamento entre os humanos e seus animais de estimação, não só foram sucesso de bilheteria como levaram plateias às lágrimas.


Hoje, pesquisas e estudos em todo o mundo demonstram que a convivência com os animais traz tranquilidade e bem-estar às pessoas.  Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal e atualmente com o programa "Missão Pet" no canal a cabo Nat Geo, vivencia de perto essa interação benéfica.

 

 

 



 

 


"Quando levamos cães em locais com pessoas doentes, em especial crianças, e  idosos, constatamos a alegria que trazem. A relação é muito diferente se há apenas humanos nas visitas", relata Rossi.


O zootecnista lembra-se, em especial, de um golden retriever. "Era muito interessante, porque ele sempre dava carinho e atenção à criança que mais parecia triste. Ficava do lado e, aos poucos, ela começava a brincar."

 

 

 

 

 

 

Uma extensão de si mesmo

 

 

Rossi explica que, ao contrário dos visitantes que se comovem com as histórias e muitas vezes não conseguem dar força às crianças e velhinhos, os cães trazem leveza ao ambiente.  "Eles brincam, fazem algo engraçado e proporcionam momentos de muita descontração."


Para quem perdeu a capacidade de se locomover, por acidente ou até mesmo pela idade avançada, estar perto de um animal é se realizar através dele. "Quando essa pessoa vê um cachorro brincando e correndo como louco, é como se fosse uma extensão dele", analisa Rossi.

 

 

 



 

 

 


Além disso, para quem quer emagrecer, ter um cão é uma excelente pedida. Isso porque é necessário fazer passeios diários, assim, sem perceber, a pessoa está se exercitando. Sem contar que, no caminho, vai fazendo amizades e conhecendo gente nova.

 

 

 

 

 

 

Fonte: http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/09/17/ter-um-animal-de-estimacao-traz-alegria-qualidade-de-vida-e-saude.htm 

* Os textos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva de seus autores!
Revista Online
Jornal Online